23 de mai de 2012

The End


Deu longas braçadas de amor
perdeu o ar
perdeu    a voz


Salvou-a um  torpor
que desfez   nós

de outra dor

Um comentário:

Mara faturi disse...

É PRECISO DESATAR OS NÓS E VC OS DESFAZ TÃO BEM SISTER...E O MELHOR??!! ELES VIRAM POESIA;)))!!!!!
BJOS!