25 de set de 2010

Começo...


O dia começa aqui,
e continua na morada do telhado,
no som das folhas que caem dançando teu despertar.
E eu enroscada em ti,
no desejo grudado de tanto.




18 de set de 2010

PEDIDO




Mãos insaciáveis

à deriva de teus desejos

boca gêmea de tua língua

invade

- vai...



11 de set de 2010

palavradesordem


descalçar a palavra
desamarrá-la
levá-la ao barro
tirá-la
socá-la
vesti-la
não deixá-la sendo aquilo que ela não é nem nunca poderá ser
algo assim único intangível uniforme

sujá-la
do que ela mais precisa

da desordem

ítalo puccini

3 de set de 2010

digitais

Google imagens


em minhas viagens
:
paisagens exóticas
personagens eróticas
memórias

R e L e V o S
que jamais
revelei


valéria tarelho

2 de set de 2010

" Sabotagem "















Olhe só, o “Dedo de Moça” nas minhas mãos. Saiu de São José dos Campos, numa quarta-feira,25 de agosto. Ganhei um presente da Valéria – a Tarelho – aquela mulher que escreve bem pra ca _ _ _ _ _ ou pra cacete, como você preferir. Surpresona, sem palavras. Que livro bem cuidado. Que elenco de primeira. O Dedo de Moça ardendo nas minhas mãos. Depois da chegada, durante o uísque: aperitivo inenarrável, quase inescrevível. O livro é vermelho tem uma borboleta no meio, a “Sabotagem”:



“ descendo
de uma família
onde todos
morrem cedo
vítimas
de um tumor maligno
esse destino
[fatídico]
comigo não tem chance:

eu sou o câncer “___________________Valéria Tarelho


(Estou devorando, lendo, lendo, lendo, sem parar. Uma delícia ,meu Deus, vou ler em 3 dias)
Dedo de Moça- uma antologia das Escritoras Suicidas- Pela \Terracota, organização: Florbela de Itamambuca, Silvana Guimarães).