29 de set de 2009

23 de set de 2009

Tentação



Teresa não-me-toques
torce o terço
tanto tato, tanto tino,
tanta trava...

ô tristeza!

tire o atraso, Tetê
tempo é tudo
destempere, atreva,
tropece

Se toque.

22 de set de 2009

a cigarra e a formiga

enquanto a formiga morre
(no inverno)
trabalhando, cantando
a cigarra vive
uma vida inteira
(no verão)

21 de set de 2009

Acidente de Percurso

A nobre colega e parceira de blog Mara Faturi está com problemas de publicação de imagem. Aguardamos conexão normal para que poema e imagem sejam republicados.

Com todo cuidado,como sempre.

Obrigada

Neusa Doretto

18 de set de 2009


( Foto de Aika/Flickar)

Preciso antes
comer com os olhos
O coração
tem
uma
fome
de olhares

Admirar
detalhes
e outros pares
e
andares
do
seu
corpo



Neusa Doretto

15 de set de 2009

a moldura da janela
não enquadra o que vejo
: apenas escancara o meu desejo

9 de set de 2009

bala na agulha


metáfora
da morte

a vida transcorria
por um fio

:

lâmina
de espada

teia
de aranha

nascente
de rio.

6 de set de 2009

Aparência



O amor
tem tamanho
pernas

É castanho
dorme
come
e toma banho

Tem
peso
altura
sangra
dói
e cura


- Você procura?




NeusaDoretto

5 de set de 2009

multifacetário


viveu
e morreu

só.

tantas eram
suas personalidades

que se bastava

(morava numa casa
repleta

de espelhos).

4 de set de 2009


LIBIDO




Minha língua

límpida

lânguida

lambe sem pressa

teus seios de amora



- pena que não agora



É importante
comer
amor

Alimenta a alma.





Neusa Doretto