8 de mai de 2012

TELEPATIA



Em ti me construo
ruínas que fui
à espera de algo
talvez um afago
e olhas meu mar
e derrama-te só
reconheço-me ali
e então eu me calo.

Nenhum comentário: