31 de mar de 2010

O sol invadiu minha casa.
Varri a areia pra debaixo do tapete do mar,
soltei meu verbo no silêncio...
Agora posso revelar:
O amor fotografou minha alma.

29 de mar de 2010

Pura Vodka - para Leminski



Lá fora vejo que chove.
Na cama comigo,
os Irmãos Karamazov.

25 de mar de 2010


Das minhas páginas soltas por aí,
Deve haver uma,
Pelo menos,
Que você ainda lê.
E é tudo verdade:
Respira fundo e crê.

16 de mar de 2010

camisa de força


imagem : art.com


quero a [to]tal liberdade
de não ter escolha

simplesmente aceitar
o doido amor
que a vida doa

ficar com ar de boba
amar à solta
e me amarrar


valéria tarelho

12 de mar de 2010

vaidade

o olhar em gotas

diante do espelho:
a morte antecipada de narciso!

o que seria preciso
para restabelecer a vida
além de manter os cabelos
e estender a pele rota?

(─ renascer!)

5 de mar de 2010

idiossincrasia

prefiro a utopia
(a palavra empunhada
feito um martelo)
à ideologia
(a palavra empunhada
feito um prego)

4 de mar de 2010


REZA



A poesia cala

silêncio tatuando

as horas



eu rezo

pelo teu retorno

com as mãos

matizadas de azuis e luas...


*Pra ti sister que ilumina nossos dias de alegria e poesia...Volta logo! Saudade!!