9 de jun de 2010

o poema direito




















Vou fazer  o  poema direito

O poema direito
vai conter a mulher que deseja o meu desejo
e terá os meus pés no  seu andar 
de forma que nada desencontre
separe ou desaponte
O poema direito sorrirá com todos os dentes
e pagará para que eu escreva sempre
O poema direito só cantará o amor coincidência
Não a indecência do coração torto
caído
e morto

Vou fazer  o poema direito.


Neusa Doretto

7 comentários:

Fouad Talal disse...

redondo!

Fouad Talal disse...

uai...
o poema ficou redondo! rs

Sobre essas famílias caninas eu num sei não viu! Já vi umas cachorrada com cara de gente que nem te conto! rsrs

bjos!

valéria tarelho disse...

um poema certeiro. direto e reto, até do avesso.
beijo, Deusa!

Í.ta** disse...

vou fazer também! =D

adorei!

Mara faturi disse...

Eu vou ficar tentando fazer um assim;) Bem, tenho sete dias, rsrs...
ADOREI!!!
E...Vamos combinar, vc nem precisa fazer muito esforço, não??? Está MARA"
Bjos my sister!

Marcia Carneiro disse...

Adorei esse poema ! Belo, belo...

Moni. disse...

Também vou tentar... Quero um!

Adorei!