4 de jun de 2010

umbigo

[valéria tarelho]



umbigo:
entremeio obscuro
furo
entre fenda e seios
senda
da sua libido
vereda
em que passeiam
língua e dedos
orifício
que permeia
o desejo
poço
a um passo
de meu sexo


* publicado no Livro da Tribo 2005 pgs. 170/171
ilustração de José Carlos Martinêz, especialmente para a agenda.

7 comentários:

Roselaine Funari disse...

Adorei!

Mai disse...

Perfeita a descrição do 'libidinosumbigo'.
poeticamente voraz.

abraços

Priscila Lopes disse...

Adorei a postagem: a ilustração, o texto. Já conhecia o poema, adoro teu trabalho, estou sempre "espreitando".

Um abraço.

sidnei olívio disse...

Foi a descrição mais perfeita e sensual do umbigo (a chave das entrepernas!?). Beijo.

Mara faturi disse...

Hummmm...sempre apreciei umbigos; Agora ainda mais;)
ADOREI POEMA E IMAGEM UMBILICAL!!!!
Bjo

NDORETTO disse...

Gostei disso: " poço a um passo do meu sexo"- Perfeito!
bjs
neusa

Anônimo disse...

Val,
Sou fanzaço dessa sua capacidade de agregar tão perfeitamente os aspectos forma e conteúdo, num texto. Descrição sensualíssima! Fantásticos esses versos de palavras únicas que vão cortando o texto: uma bela sobreposição de imagens.

valeu!

H