3 de jun de 2010

Sentimento
















Estou mais ágil  Menos frágil  Olhar dianteiro  De mochila   Leve de   amores
levo aromas  odores e tudo que meus dedos já tocaram
E transformaram em coração.


Que este não pesa


Neusa Doretto

9 comentários:

sidnei olívio disse...

Mudamos o mundo com um leve toque. Beijos, Neusa, bom, sempre muito bom, lê-la.

NDORETTO disse...

Eii,Sidnei,quando você me diz que é sempre muito bom me ler,fico em estado de graça, e uma mão quente e gostosa abraça meu coração. Obrigado,lindo.

Moni. disse...

Linda fortaleza admitida, percebida.
Sensação de quem enche os pulmões e diz:
"Vamos lá! É seguir."

Lindo, lindo, Neusa!
Das pequenas coisas, eis aqui uma inteira!

Marcia Carneiro disse...

Neusa amada, minuciosa e diretamente linda !!!!! É muito leve, muito despojada... deixa arejado mais ainda o que já desponta aberto em vento!!! Liiiinnnnnnnnnnnnnnnndfo poema !!!!!!!

Mai disse...

sonoro equilibrio.
Poema em harmonia.

abraços e obrigada pelas palavras

Flá Perez (BláBlá) disse...

lindo isso...
estou sempre de mochilas metafóricas assim.
bjbj

Mara faturi disse...

TEU CORAÇÃO É LEVE MINHA SISTER, ALMA, POESIA...
REPITO SEMPRE: BEM-VINDA!!!!!
SALVE JORGE, SALVE NOSSA POESIA;)
BJOS

Marina disse...

Mais ágil e menos frágil: Adorei!!! Deixemos, mesmo, o coração leve para sentirmos o gosto bom da vida! Parabéns pelo poema, profundo, mas leve! Beijão, Marina Toledo.

nydia bonetti disse...

Neusa, aceito com prazer teu convite para o curta metragem. A honra sérá minha. Gosto muito daqui - só fera. :) Acompanho há tempos tua poesia, do Sidnei e da Mara. As demais, são descobertas mais recentes. meu email: nydiabonetti@bol.com.br - Só te peço um tempinho pra começar a postar, ando numa fase complicadíssima. Mas me explica por e-mail como funciona tudo e a gente conversa mais. Pode apagar depois este comentário se quiser, ok? obrigada, beijoos!