10 de out de 2010

Imperdoável



Dos teus diários suicídios
Distância, silêncio
A tua velada opção,
É o teu salto no abismo
Do meu esquecimento.
O único que não tem perdão.

Moni Saraiva

Para quem quer música para acompanhar, aqui.

16 comentários:

Í.ta** disse...

pois casou bem por demais isso daqui. sem a música, foi uma leitura. com a música, foi outra. inda mais impactante. como tem de ser um poema.

beijo grande!

Guilherme Augusto Codignolle Souza disse...

Adorei a subjetividade. Viajei em poucas linhas... Fazia tempo que não conseguia isso. Conquistaste um seguidor. ^^

Eu também tenho um blog, quando puder passa la e me segue também se gostar do que encontrar:

http://codignolle.blogspot.com

Meu Twitter (Se você tiver):

http://twitter.com/guicodignolle

o/

Mara faturi disse...

Dor que vira poema...é lindo de se (V)ler;)
Bjo dinda linda!!!!!!
*me avisaaaaa qdo vem tá??!!!

NDORETTO disse...

MA- RA-VI-LHO-SO !!!! MA- RA- VI-LHO-SO !!!!

Diu Mota disse...

O esquecimento é imperdoável enquanto não for o melhor remédio...
Adorei imaginar.
Abraço!

Letícia Losekann Coelho disse...

Simples e belo! Gosto do pouco que diz muito. O problema é o esquecimento... O abandono total.
O esquecimento tem um lado bom: Não dói.

Beijos

Edu disse...

Adoro poemas de despedidas!

Fiz este aqui há pouco tempo:
http://meiolirico.blogspot.com/2010/05/indiferenca.html

Continuarei lendo!

Parabéns!

sidnei olivio disse...

Bom demais, Moni, perfeito! Beijos.

Fluzão Eterno disse...

Tenho um blog sobre curiosidades e gostaria de saber de você se haveria a possibilidade de você me ajudar
colocando o link do meu blog no seu e eu faria o mesmo com o seu,meu nome é Luciano e sou Bombeiro Militar
no Rio de Janeiro,
parabéns pelo trabalho que vem fazendo com seu blog e fico aguardadando sua resposta

Curiosidades
http://centraldascuriosidade.blogspot.com/

Tenho um blog também sobre bombeiros
Vida de bombeiro
http://www.heroisdavida.blogspot.com/

Mensagens e poemas:
Mensagens
http://centraldoamorvirtual.blogspot.com/

Meu time de coração,Fluminense:
Fluzão
http://fluzaoeterno.blogspot.com/

Visite os meus blogs e veja se pode me ajudar colocando o link de algum deles no seu,um abração

Caso tenha interesse entre em contato comigo pelo email lmturl@gmail.com,mandando mensagem em qualquer blog meu
ou pelo orkut http://www.orkut.com.br/Main#Profile?rl=ls&uid=5076013500225631247

MSN; bombeiro_dorio@hotmail.com

Lucia M. Ghaendt-Möezbert disse...

Levemente cruel, extremamente bem-pensado. Parabéns!

Rafaela Figueiredo disse...

é... quando esse salto é dentro de nós, não tem jeito [perdão] mesmo!

lindo [preciso tal qual o tema], como tudo que tenho lido, Moni!

beijos

emsgomes disse...

Muito bom. (lugar-comum!!!)
É sempre gratificante ler tua poesia.
Beijo
Evandro

Hamanda Freires disse...

Profundo demais!

marcelo grejio cajui disse...

Ou seja: o problema é dele (a).

você foi direto ao ponto.
bem legal.

abraço.

Ianê Mello disse...

É , por vezes é preciso esquecer...
Lindo poema, querida.

Marcia Carneiro disse...

Esse poema é lindo demais. Difícil dizer isso, mas de tudo que li e amei demais, esse poema me pegou de um jeito ! É maravilhoso demais !!!!!!!!!!!!!!!!!!