24 de out de 2012

Bens























Tenho o tempo ( a vida)
Tenho a teta ( a comida )
Tenho a tenda ( a guarida )
Tenho o tu do coração ( a ilusão )














Neusa Doretto

3 comentários:

chris ritchie disse...

Que lindo! Adorei! A vida plena pelo tempo do poema. xx

Mara faturi disse...

Eu tenho Tu sister em meu coração e tua poesia para perfumar meus dias;)
Adorooooooooooo!!!!
Bjos, bjos!

Larissa Bello disse...

É nos parênteses da vida sempre que se revelam as verdades.

Bjos!