12 de out de 2012

PRESENTE DO DIA


Em frente à vitrina
Gritavam: “Eu quero!”
E a voz de cima
Respondia: “É caro!”

Com as mãos cheias
Diziam: “Não temos!”
E a carteira vazia
Concordava: “Não mesmo”.

No cinema em casa
Pediram: “Pipoca!”
“Isso sim!”, salgada
E doce em balde colorido.

Jogaram na sala
Bola, taco, mico
E o presente do dia:
Pai e mãe na roda.

5 comentários:

NDORETTO disse...

Poema terno e bem bolado!
Beijo!!!

NDORETTO disse...

Gostei do som disso:

"Com as mãos cheias
Diziam: “Não temos!”
E a carteira vazia
Concordava: “Não mesmo”.

Mocinha inteligente...rs

chris ritchie disse...

Obrigada, Neusa! xx

Robson Ribeiro disse...

Oi, belo trabalho! Parabéns!

Se vocês puderem, deem uma força votando no www.poesiaemblog.blogspot.com.

É rápido e fácil!

Basta acessar http://www.topblog.com.br/2012/index.php?pg=busca&c_b=346387 e votar através de todos os seus e-mails, do twitter e do facebook!

Um abraço!

Mara faturi disse...

Muy interessante Chris;)