5 de mar de 2010

idiossincrasia

prefiro a utopia
(a palavra empunhada
feito um martelo)
à ideologia
(a palavra empunhada
feito um prego)

6 comentários:

valéria tarelho disse...

deveras contundente. a palavra empregada com força [sistematicamente, ou em uma só pancada] causa "rimatomas" ;)

bj

Francisco de Sousa Vieira Filho disse...

So good... :)

HNETO disse...

A palavra
é prego
e é martelo.

Mas a mão que segura o prego
não é a mesma que martela.

Roselaine Funari disse...

prefiro o ambíguo
(o poema dando voltas no sentir
feito um parafuso)

;)

belo blog
com uma equipe admirável
bj

Flá Perez (BláBlá) disse...

puts, matou a pau!


bjbjbj

Renata de Aragão Lopes disse...

Interessante, Sidnei!