12 de mar de 2010

vaidade

o olhar em gotas

diante do espelho:
a morte antecipada de narciso!

o que seria preciso
para restabelecer a vida
além de manter os cabelos
e estender a pele rota?

(─ renascer!)

3 comentários:

Mai disse...

Há um drama frente ao espelho e a distorção daquilo que vê - a escravidão da imagem frágil que estilhaça em mil pedaços a cada nova ruga, a cada novo grisalho.
beijos, Sidnei

Mara faturi disse...

Caríssimo,
adorei;gosto de Narciso passeando pelos poemas; temos um "poema espelho". Enviarei por email pra vc, mas tenho de achá-lo, rsrs,
bjo!

Flá Perez (BláBlá) disse...

o sonho de Narciso!

bjbj