11 de jan de 2012

escolha







Eu  no sono
lento
da
monogamia

adentro
os corpos
com dedos
de poesia














imagem: Xenia Antunes

4 comentários:

Evandro L. Mezadri disse...

Belíssima obra, muito criativa!
Grande abraço e sucesso!

Mariela Mei disse...

o amor é monogâmico... e seus versos são delicados como o toque dos dedos... ;)

chris ritchie disse...

o amor é POLI, por isso no modo MONO precisa de muitos mais dedos e de muito mais poesia.

Mara faturi disse...

Boa colocação da Chris!! muito bom!!!
Bjos