9 de nov de 2012

SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO



Ninguém aguenta
a ver correndo
de um lado e outro
um caminho curto,
mas borrifado
com entorpecente
que faz a barata tonta
de pata lambuzada
com crème brûlée
fora da geladeira,
em dia quente
e, até então, amargo
sonhar em ser
exímia patinadora.

Um comentário:

NDORETTO disse...



((((Um barato, legal, gostei!))))