12 de nov de 2012

utopia





onde a poesia impera
violência é fictícia
bala é doce

polícia e ladrão
não passam de mera
diversão:

brincadeira
de criança


valéria tarelho

* imagem via flickr de Rafael Romero

3 comentários:

Dilmar Gomes disse...

Querida, ainda bem a poesia nos redime.
Um abraço. Tenhas uma linda semana.

NDORETTO disse...

Ah, coisa mais linda!
Oh, poema doce!!!

LinDo.

abraçoabraçõabraço :)


!

Larissa Bello disse...

Concordo. A poesia vence sempre!