10 de jan de 2013












O espaço devora azuis
lembranças e afetos


lá embaixo
mãos se despedem
palidamente...







2 comentários:

NDORETTO disse...

hummmmmm...triste,triste.....lindo,
sister.....beijooossss

Larissa Bello disse...

O espaço do céu às vezes se funde com aquele que existe em nós.

Mara, achei lindo o que escreveu sobre o olhar pela janela e me ver através de um espelho. Se quiser, podemos fazer desse espelho uma comunicação. Não sei se você usa, mas tenho MSN: leurysmsn@hotmail.com.

Bjos!