14 de fev de 2013


Black Kiss





Delicada flor
beija a lápide
teimosa com o tempo
e a dureza das horas


esquecida em mãos trêmulas
lembrada em olhos úmidos
eternizada na pedra...

2 comentários:

NDORETTO disse...

Registre-se
a dor
com poesia!


Belíssimo, Mara!

chris ritchie disse...

Bem lembrado. Bem escrito.
beijo