31 de ago de 2012

(IN)CÔMODOS


Sem prumo, a obra saiu torta,
Com ângulos escalenos agudos,
porém surpreendente ergonomia.
Já que não os consegue apagar,
A dona da casa acomoda os erros
E Gaudí com gáudio exclamaria,
“Os trencadis darão cor à forma!”
Usemos então as peças quebradas,
As lascas do coração para compor
Nova superfície boa de ser vivida.
Apreciemos tudo o que destoa,
e nos chama atenção indevida,
Senão o que é para ser garoa
Água em insopitável ferida.


3 comentários:

Mara faturi disse...

AHHH!!! ARQUITETURA PERFEITA DO POEMA;)

NDORETTO disse...



Ufa,que estrutura mesmo!

\O/ BOA!

LauraAlberto disse...

sorte que saiu bem torta

beijo