2 de mar de 2012

VIVA!

Dia de sol e trânsito,
metrô cheio, mal cheiro
e suor. Melhor de bicicleta,
não poluir mais a Paulista,
ser livre, ganhar tempo,
brincar entre os canteiros,
ser exemplo, não vítima.

Em homenagem à colega ciclista Juliana Ingrid Dias.

5 comentários:

Anônimo disse...

Lindo poema, como era linda Juliana! Uma pena! Até quando tanta estupidez?

NDORETTO disse...

A dor . A tragicidade. O crime. O aviso fatal no poema.


Fortíssimo.

Neusa

carla disse...

E como é bom de vez em quando deixar o carro em casa e dar um passeio de bicicleta

Bom fim de semana e se desejares passa pelo o meu blog ,obrigada

Carla Granja

Mulher Vã disse...

Mas acabou sendo um exemplo de vítima...

Mara faturi disse...

Virou poema...
bonito!!!
bjo Chris