9 de nov de 2011

Da vida





-Isso
da alegria passa
sem
deixar
pegada
alguma
E o grande amor
da vida
é a pele exposta ao sol:
Doura
embeleza
descasca
e cai


( Livro da Tribo 2012, pag.:286)



3 comentários:

valéria tarelho disse...

adorei a analogia, esse foi o que mais gostei, da sua leva na Tribo!

que venham outras tantas Tribos, sua poesia concisa e sagaz tem tudo para estar aqui e lá!

beijo,

v

RICARDO disse...

No descascar do amor uma "beleza exposta numa solar poesia".

Muito bom! :)

Dilmar Gomes disse...

Amiga, às vezes, grandes poemas são escritos com poucas palavras, como no caso neste caso aqui.
Um abração. Tenhas uma linda tarde.