24 de nov de 2011

da viviane mosé


o tempo andou riscando meu rosto
com uma navalha fina



sem raiva nem rancor
o tempo riscou meu rosto
com calma

(eu parei de lutar contra o tempo
ando exercendo instantes
acho que ganhei presença).

_ _ _ 
(do livro "pensamento chão").

2 comentários:

Leonardo B. disse...

[preciosas as imagens que a palavra recolhe do tempo,

do momento cá dentro!]

um imenso abraço,

LB

NDORETTO disse...

Bonito isso: "exercendo instantes"

Beijos :)