17 de abr de 2012

Verdade mesmo?

Se eu tenho medo da verdade? É isso? Hum... Não, eu não tenho medo da verdade. O que me coloca medo mesmo, e chega a ser pavor, é o efeito da verdade sobre mim: a angústia frente à declaração que, antes de afirmada, era fantasia, pensamento apenas. E também a felicidade exagerada que a ela pode trazer, e o assombro impotente diante dessa felicidade toda. E mesmo aquele torpor que o corpo experimenta quando a verdade, em sua cruel denúncia, faz com que a solidão seja finalmente notada. Eu tenho medo é disso. Não da verdade crua, mas de quando ela se enrosca em meu pescoço e faz aquele buraco enorme no estômago. 


A verdade é uma filha da puta!




- mariela mei

4 comentários:

Mara faturi disse...

A D O R E I MARIELA MEI:)
Ela é FDP mesmo, mas ás vezes necessária...
Bjos verdadeiros, rsrsrs;))

chris ritchie disse...

A verdade pouco importa se você já tiver a sua.
Hoje não encontrei sua verdade, nem sua poesia...
xx

NDORETTO disse...

Oi,minha querida!!!!!!
Já disse, vou decorar esse texto.

Beijo
Neusa

Flá Perez (BláBlá) disse...

é verdade!