26 de out de 2011

poema para as pernas


sob
a saia
o sonho
suscita
súbito
e
são:
a paixão.




Neusa Doretto







6 comentários:

valéria tarelho disse...

ah, esses "ss" serpenteando...já falei o quanto gostei e repito! gostei do caminho percorrido em aliteração,de encontro à paixão, que interrompe o segmento anterior.

achei que essa foi a grande sacada,
poderia ter terminado em "sedução", só para manter o "clima", mas ficaria óbvio.

"curti"

valéria tarelho disse...

cadê o botão +1? quero clicar!!!!!

NDORETTO disse...

Verdade...poderia ser sedução só pra manter o clima!!!! Boa idéia!!!
Cadê+1???

valéria tarelho disse...

Não, sem sedução. Fica melhor assim, com esse rompimento da sequência de "ss", dá sensação de paixão arrebatadora, que vem e passa o rodo...rss. Sedução seria o que um poeta'mediano' escreveria.

'tendeu' ?

NDORETTO disse...

Ô meu Deus, assim você enche a minha bola, comadre.Nem é tanto assim. Bondada da sua parte. Fico contente,uai!

sidnei olivio disse...

Paixão, sedução, desejo... qualquer palavra e ainda assim o poema enche os olhos (e a boca, rss). Bela sacada! Bj.