25 de out de 2011

sem venenos



Cultive o que importa.
Regue por vontade própria.

O revolver de vez em quando a terra,
é o que faz sementes virarem brotos
tornarem em plantas

de amores que não morrem mais.

4 comentários:

NDORETTO disse...

Ai.... poema mexido,hein?
Gosto. Vai fundo.

Beijo

Marcia David disse...

Concordo.
O que torna forte o plantio,
bonito, viçoso, é regar, esmerar-se na lida de cuidar.
Sem veneno é melhor ainda.
Gostei.

valéria tarelho disse...

que bonito! e pra mim tocou mais o "regue por vontade própria"...quem cultiva/ama, cuida e ninguém precisa alertá-lo que só assim manterá o viço.

bjs

sidnei olivio disse...

Além do que foi dito, a planta carnívora sugere mais... bj.